Data: 09/05/2011
Mês: Maio
Ano: 2011

Em Março de 2011, o Índice de Novas Encomendas na Indústria continuou a desacelerar registando uma variação homóloga (mm3m) de 17,5% (22,1% em Fevereiro de 2011). Este comportamento foi determinado por desacelerações ocorridas em ambos os mercados, nacional e externo. O mercado nacional registou uma variação de 3,4% (VH, mm3m) diminuindo 6,9 pontos percentuais (p.p.) em relação ao verificado no mês anterior (10,3% (VH, mm3m)). O mercado externo registou uma variação de 30,5% (VH, mm3m) diminuindo 3,3 pontos percentuais (p.p.) em relação ao verificado no mês anterior (33,8% (VH, mm3m)). 

Os agrupamentos de Bens Intermédios e de Bens de Investimento determinaram a desaceleração do índice total, apresentando os contributos mais relevantes para a variação do mesmo, 9,1 p.p. e 6,6 p.p., respectivamente, resultante de variações homólogas (mm3m) de 18,7% e 21,0% em Março ((29,7% (VH, mm3m) e 21,6% (VH, mm3m) em Fevereiro), respectivamente para todos os dados. O agrupamento de Bens de Consumo, pelo contrário, registou um crescimento de 9,0% (VH, mm3m), aumentando 3,3 p.p. em relação ao mês anterior (5,7% (VH, mm3m)).

i009233

Documento Original PDF