Data: 08/06/2011
Mês: Junho
Ano: 2011

Segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI), Portugal deverá registar um crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) em 2011 e 2012 de -2,2% e -1,8%, respectivamente e no período de 2013-2016 um crescimento real de 1,2%, 2,5%, 2,2% e 2,0%, respectivamente. A previsão do FMI para a evolução da taxa de desemprego em Portugal aponta para uma subida de 12,1% em 2011 para 13,4% em 2012, diminuindo gradual e sistematicamente a partir de 2013 até 2016 (de 13,3% para 9,8%). O saldo negativo da Balança Corrente, em percentagem do PIB, deverá diminuir de -9,0% em 2011 para -6,7% em 2012, mantendo uma tendência de descida até 2016 (-2,2%). 

Relativamente às finanças públicas, o défice orçamental deverá diminuir de 5,9% do PIB em 2011 para 1,8% em 2016. Quanto à dívida pública bruta, prevê-se um crescimento entre 2011 e 2013 de 106,4% do PIB para 115,3%, respectivamente, diminuindo no período 2014-2016 de 115% do PIB para 111%. 

 

Documento Original PDF