Data: 30/03/2011
Mês: Março
Ano: 2011

Em Fevereiro de 2011, o Índice de Produção Industrial (ajustado dos efeitos de calendário e da sazonalidade) registou uma variação homóloga (VH) de 0,9%, registando um aumento de 1,6 pontos percentuais (p.p.) relativamente ao mês anterior (-0,7%). 

O agrupamento de Bens Intermédios foi o único a apresentar um contributo positivo para a variação do índice agregado (2,9 p.p.) com uma variação homóloga de 7,8%, superando as contribuições negativas dos restantes agrupamentos. O agrupamento de Energia apresentou o contributo negativo que mais influenciou a variação do índice agregado (-1,8 p.p.) resultante de uma taxa de variação homóloga de -8,9%. O agrupamento de Bens de Investimento recuperou ligeiramente, passando de uma taxa de variação homóloga de -2,0% em Janeiro para uma taxa de variação homóloga de -0,6% em Fevereiro. Relativamente ao agrupamento de Bens de Consumo, passou de uma taxa de variação homóloga positiva em Janeiro (1,5%) para uma taxa de variação homóloga negativa em Fevereiro (-0,6%). 

A secção das Indústrias Transformadoras foi a única a apresentar uma taxa de variação homóloga negativa, passando de 0,8% em Janeiro para -0,1% em Fevereiro. As restantes secções registaram variações homólogas positivas, destacando-se a secção das Indústrias Extractivas, que aumentou 45,2% (5,2% em Janeiro). 

A média dos últimos 12 meses do Índice de Produção Industrial foi de 1,2%, diminuindo 0,2 p.p. em relação ao mês anterior.

 

i009045

Documento Original PDF