Data: 24/07/2012
Mês: Julho
Ano: 2012
A Execução Orçamental do Subsector Estado revela que o saldo global, relativo ao período de janeiro a junho de 2012, apresenta um valor de -3.221,8 milhões de euros, uma diferença de 2.827,6 milhões de euros relativamente ao saldo global do período homólogo (-6.049,4 milhões de euros).

Do lado da receita, esta variação é explicada pelo aumento da receita efectiva (13,2%) o qual é justificado principalmente pelo aumento da receita não fiscal em 2.802,9 milhões de euros (139,0%, VH) – designadamente pela receita de 2.687,1 milhões de euros associada à transmissão da parte remanescente da titularidade dos ativos dos fundos de pensões das IC. A receita fiscal contraria parcialmente este comportamento (-3,1%).

No período em análise, a despesa efetiva e a despesa primária diminuiram 510 milhões de euros (-2,2%, VH) e 1.107,1 milhões de euros (-5,4%, VH), respectivamente, reflectindo o efeito da medida de suspensão do subsídio de férias do pessoal dos serviços da administração direta do Estado.

i012279

 

Documento Original PDF