Data: 22/11/2013
Mês: Novembro
Ano: 2013
A Execução Orçamental do Subsector Estado revela que o saldo global, relativo ao período de janeiro a outubro de 2013, apresenta um valor de -7.717,6 milhões de euros, um agravamento de 394,9 milhões de euros relativamente ao saldo global do período homólogo (-7.322,7 milhões de euros).
 
O Estado arrecadou mais receitas fiscais até Outubro do que no período homólogo (8,4%, VHA) - 28,33 mil milhões de euros, de acordo com a síntese de execução orçamental divulgada pela Direção Geral do Orçamento. A contribuir para esta evolução estiveram essencialmente os impostos diretos, que aumentaram 20,5%.
 
Esta variação é explicada principalmente por um aumento da despesa efetiva (1,4%, VHA) superior ao da receita efetiva (0,5%, VHA). Para esta evolução, contribuiu principalmente o aumento da despesa corrente (3,5% VHA) sendo este atenuado pelo aumento da receita corrente (9,5% VHA).
 
No período em análise, a receita efetiva teve um aumento de 168,1 milhões de euros enquanto, a despesa efetiva aumentou 563 milhões de euros e a despesa primária aumentou 678,7 milhões de euros.
 

i015693

 

                                                                             (Tabela: DGO)

Documento Original PDF