Data: 30/10/2017
Mês: Outubro
Ano: 2017
Em outubro de 2017, o Indicador de Clima Económico manteve-se inalterado face ao mês anterior, registando um valor de 2,1 (SRE, MM3M).

 

i026452.jpg

 

Entre setembro e outubro de 2017, o Indicador de Confiança dos Serviços registou uma diminuição de 16 para 14,8 e o do Comércio permaneceu inalterado em 3,2. No mesmo período, a Indústria Transformadora aumentou de 1,8 para 2,7 e a Construção e Obras Públicas registou uma diminuição de -18,0 para -18,4.

O Indicador de Confiança dos Consumidores aumentou de 1,5 para 2,1 (SRE, MM3M), em outubro de 2017.

i026453.jpg

 

Na Indústria Transformadora, o sre das perspetivas de emprego estabilizou no mês de referência, suspendendo a trajetória ascendente observada desde o início de 2016. No sector da Construção e Obras Públicas, o saldo das opiniões sobre as perspetivas de emprego diminuiu em outubro, depois de ter atingindo em setembro o máximo desde junho de 2008, interrompendo a trajetória ascendente iniciada em dezembro de 2012. No Comércio, as perspetivas de emprego agravaram-se entre agosto e outubro, contrariando a trajetória ascendente iniciada em novembro. O saldo das opiniões sobre a evolução recente do emprego nos Serviços aumentou expressivamente em outubro, contrariando o movimento decrescente dos quatro meses anteriores. Por sua vez, o sre das perspetivas sobre a evolução do emprego aumentou nos últimos quatro meses, atingindo em outubro um novo máximo histórico para a série iniciada em junho de 2001 e prolongando o movimento crescente registado desde fevereiro de 2013.

i026454.jpg

 

Documento Original PDF