Data: 20/10/2016
Mês: Outubro
Ano: 2016

Em junho de 2016, o Património Financeiro Líquido da economia portuguesa ascendeu a -192.405 milhões de euros (-105,6% do PIB), o que compara com -196.176 milhões em março de 2016 (-108,4% do PIB).

ine

O Passivo Financeiro Total da economia portuguesa (vis-à-vis com o resto do mundo) aumentou de 520.387 milhões de euros (287,5% do PIB) em março de 2016 para 521.834 milhões de euros (286,5% do PIB) em junho de 2016.

O Passivo Financeiro exceto ações e outras participações (vis-à-vis com o resto do mundo) fixou-se em 397.718 milhões de euros (218,3% do PIB) em junho de 2016, o que compara com 394.427 milhões em março de 2016 (217,9% do PIB).

A Dívida Líquida Total da economia portuguesa (vis-à-vis com o resto do mundo) diminuiu de -209.507 milhões de euros (115,7% do PIB) em março de 2016 para -207.006 milhões de euros (113,6% do PIB) em junho de 2016.

A Dívida Líquida exceto ações e outras participações (vis-à-vis com o resto do mundo) fixou-se em -180.072 milhões de euros (98,9% do PIB) em junho de 2016, o que compara com -180.805 milhões em março de 2016 (99,9% do PIB).

ine

Em junho de 2016, o Passivo Financeiro das Administrações Públicas fixou-se em 151,8% do PIB (276.544 milhões de euros).

ine

Relativamente aos Particulares, o Passivo Financeiro Total, em percentagem do respetivo rendimento disponível bruto ajustado pela variação da participação líquida das famílias nos fundos de pensões, registou o valor de 123,1% em junho de 2016, o que compara com 124,2% em março de 2016. O Passivo Financeiro Total das Sociedades não Financeiras em percentagem do PIB, ascende em junho de 2016 aos 137,2%, o que compara com 138,4% em março de 2016.

ine

Documento Original PDF