Data: 01/10/2017
Mês: Setembro
Ano: 2017
Segundo o INE, no 2º Trimestre 2017, o Produto Interno Bruto (PIB) aumentou 2,9% em volume face ao período homólogo e 0,3% em relação ao trimestre anterior. O aumento do PIB em termos homólogos esteve associado aos contributos positivos da Procura Interna (2,8 p.p.) e da Procura Externa Líquida (0,1 p.p.). As Exportações aumentaram 8,2% (VH) em volume e as Importações aumentaram 7,5% (VH). O contributo das exportações para o crescimento do PIB foi 3,6 p.p. e o das Importações foi 3,5 p.p. no 2º Trimestre 2017.

 

i025979.jpg

No 2º Trimestre 2017, o excedente externo de bens e serviços fixou-se em 1,1% do PIB, o que compara com 0,8% no trimestre anterior e 0,9% no trimestre homólogo. Relativamente à evolução homóloga do VAB dos setores de atividade e ao seu contributo para a variação do PIB:

• o VAB da Indústria acelerou, apresentando um crescimento de 5,2%, contribuindo com 0,6 p.p. para a variação homóloga do PIB;

• o VAB do ramo da Construção cresceu 8,1%, contribuindo com 0,3 p.p. para a variação homóloga do PIB;

• o VAB do ramo Outras Atividades de Serviços apresentou uma expansão de 0,4% tendo o seu contributo para a variação do PIB sido 0,1 p.p.;

• o VAB dos ramos Comércio e Reparação de Veículos e Alojamento e Restauração, apresentou um crescimento de 4,1%, contribuindo com 0,8 p.p. para a variação homóloga do PIB;

• o VAB dos ramos de Transportes e Armazenagem, Atividades de Informação e Comunicação apresentou um crescimento de 3,6%, contribuindo com 0,2 p.p. para a variação homóloga do PIB; • o VAB do ramo Energia, Gás e Saneamento apresentou um crescimento de 1,6% tendo o seu contributo para a variação do PIB sido 0,0 p.p.;

• o VAB do ramo da Agricultura, Sivicultura e Pescas decresceu 2,1% contribuindo para a variação do PIB com 0,0 p.p.;

• finalmente, o VAB dos ramos das Atividades Financeiras, de Seguros e Imobiliárias apresentou um decréscimo de 0,1%, tendo contribuído com 0,0 p.p. para a variação do PIB total.

i025980.jpg

 

A produtividade real do trabalho registou uma variação homóloga de -0,7%, enquanto o Emprego aumentou 3,5% em relação ao trimestre homólogo.

 

i025981.jpg

 

Documento Original PDF