Data: 15/01/2016
Ano: 2016
No terceiro trimestre de 2015, a taxa de emprego no conjunto dos países da OCDE aumentou para os 66,2% (mais 0,1 p.p. face ao trimestre anterior). No terceiro trimestre de 2015, estavam empregadas 544,1 milhões de pessoas nesta região. Na Zona Euro, a taxa de emprego aumentou 0,3 p.p. para 64,6% e em Portugal manteve-se nos 64,0%.
 
Os maiores aumentos da taxa de emprego ocorreram na Estónia (2,0 p.p. para 73,7%), na Bélgica (0,6 p.p. para 62,0%) e na Hungria (0,6 p.p. para 64,3%). A taxa de emprego registou as maiores diminuições na Nova Zelândia (-0,4 p.p. para 73,7%) e na Suíça (-0,4 p.p. para 79,7%). No Reino Unido aumentou 0,2 p.p. para 72,7% e no Japão aumentou também 0,2 p.p. para 73,4%, tendo-se mantido nos Estados Unidos da América (68,7%).
 
No terceiro trimestre de 2015, a taxa de emprego da OCDE aumentou nos jovens (15-24 anos) para 40,2% (mais 0,2 p.p. face ao trimestre anterior) e no escalão 55-64 para 58,2% (mais 0,2 p.p. face ao trimestre anterior). Em Portugal, a taxa de emprego jovem manteve-se em 22,8%.

i021408.jpg

                                                                                      (Tabela: OCDE)

 

Documento Original PDF