Data: 05-01-2023
Autor(es): Sílvia Santos
Ano: 2023

O presente documento baseia-se e sintetiza os principais elementos do relatório da OCDE Tourism Trends and Policies 2022, que analisa em que medida é que 50 países membros e associados da OCDE convergem para um crescimento sustentável e inclusivo do turismo, identificando boas práticas e políticas públicas de relevo da economia do turismo. O relatório, disponível neste formato desde 2008, é publicado a cada dois anos e resulta do trabalho desenvolvido no Comité de Turismo da OCDE.

A pandemia Covid-19 fez emergir debilidades na economia do turismo, a que acresce o choque económico provocado pela agressão da Rússia à Ucrânia, impondo novos desafios e constituindo-se um entrave às tendências de recuperação. As empresas de turismo enfrentam agora também os custos crescentes de muitos inputs, com destaque para a energia e alimentação, bem como os desajustamentos do mercado de trabalho e das qualificações e competências. Em conjunto com o contexto desfavorável ao turismo provocado pelo aumento do custo de vida das famílias, remete-nos para a oportunidade de os decisores políticos aplicarem medidas de alavancagem do setor no curto prazo, mas também de longo prazo, contribuindo para uma economia do turismo futuro mais resiliente, sustentável e inclusiva. 

 

Em Analise_OECD Tourism Trends and Policies.pdf

 

 

Data: 15-12-2022
Autor(es): Dulce Guedes Vaz e Graça Sousa
Ano: 2022

Este trabalho apresenta e analisa os fluxos de passageiros por modo de transporte, a nível nacional e internacional e permite verificar as tendências de mobilidade no ano de 2020, primeiro ano de pandemia, por comparação com o ano de 2019.

 

COVID-19 efeitos do confinamento entre março e dezembro de 2020 na mobilidade de Passageiros em Portugal Continental.pdf

 

Data: 21-11-2022
Autor(es): Nuno Xavier e Gabriel Osório de Barros
Ano: 2022

A disponibilização de dados das várias áreas do setor público, em formatos abertos e permitindo a respetiva reutilização, apresenta benefícios para os cidadãos, as empresas, os investigadores e centros de investigação, as organizações não governamentais e para o próprio Estado.

Apesar dos avanços efetuados nesta matéria em Portugal, os mais recentes dados mostram que ainda existe margem para que o país possa tirar melhor partido dos benefícios subjacentes à disponibilização de dados abertos.

Neste artigo apresentamos e analisamos os principais indicadores e medidas de política pública no que toca aos dados abertos em Portugal

 

GEE_Em Análise_Dados Abertos em Portugal_20221121.pdf

Comboio em plataforma de estação
Data: 25-07-2022
Autor(es): Graça Sousa e Dulce Guedes Vaz
Ano: 2022

O presente relatório apresenta e analisa os fluxos de passageiros por modos de transporte, a nível nacional e internacional e permite aferir as tendências de mobilidade da última década.

 

Transporte Internacional de Passageiros, em Portugal Continental, de 2010 a 2020

Data: 11-07-2022
Autor(es): idD Portugal Defense/GEE/IDN
Ano: 2022

No âmbito da colaboração do GEE com a IdD Portugal Defence e o Instituto da Defesa Nacional (IDN), e na sequência do estudo Economia da Defesa em Portugal: A Caminhar em Direção ao Futuro, de dezembro de 2021, divulga-se a Factsheet Economia de Defesa em Portugal 2022, nas versões português e inglês. A publicação reforça a importância do setor da Economia de Defesa na Economia nacional através de indicadores nas áreas Atividade Empresarial e Conhecimento, Recursos Humanos, I&DT e Internacionalização.

 

Factsheet Economia de Defesa em Portugal 2022 PT.pdf

Factsheet Economia de Defesa em Portugal 2022 EN.pdf

Data: 05-01-2022
Autor(es): Walter Anatole Marques
Ano: 2022

Neste trabalho é feita uma breve análise da evolução do comércio externo de mercadorias de Angola nos últimos anos, com base em dados estatísticos divulgados pelo “Banco Nacional de Angola” (BNA) e pela “Administração Geral Tributária” (AGT), do Ministério das Finanças de Angola.

 

Comércio Internacional de mercadorias com Angola (2016-2020 e Jan-Set 2020-2021).pdf

Data: 05-01-2022
Autor(es): Walter Anatole Marques
Ano: 2022

De acordo com dados de base definitivos do INE para 2020, após uma quebra mensal acentu-ada das exportações do grupo de produtos “Máquinas, aparelhos e partes” nos primeiros qua-tro meses desse ano, em plena fase aguda da pandemia que assolou o país, estas exportações recuperaram a partir de então.

 

Decréscimo das exportações de ‘Máquinas, aparelhos e parte’ por produtos e mercados no mês de outubro de 2021-2020.pdf

Data: 05-01-2022
Autor(es): Jena Santi, Joan Jose e Sílvia Fonte-Santa
Ano: 2022

Economists have been investigated the drivers of economic growth for decades and many studies have identified investment in R&D as a key factor.

 

The impact of private and public R&D investment on Gross Value Added – ARDL and Granger Causality Assessment.pdf

Data: 05-01-2022
Autor(es): André Filipe Silva e Sílvia Fonte-Santa
Ano: 2022

Public credit guarantees attributed to SMEs as a way of boosting credit access have been widely implemented in developed countries. However, literature often focuses on financial additional-ity. This paper investigates, for Portugal’s case, the impact of these guarantees on the eco-nomic outcomes of firms – we study economic additionality. We utilize firm-level data provided by Banco de Portugal and rely on propensity score matching methods to derive causal results. We find evidence that public credit guarantees have incremental effects on credit, employment, total assets, and fixed assets. There is no evidence of effects on total factor productivity, wages, or profitability.

 

The impact of public credit guarantees on the economic outcomes of SMEs Evidence from Portugal.pdf

Data: 05-01-2022
Autor(es): Mónica Simões e Sílvia Fonte-Santa
Ano: 2022

As políticas da educação têm assumido um papel de destaque nos sucessivos Planos Nacionais de Reforma (PNR) e no recente Programa de Recuperação e Resiliência (PRR).

 

Efeito das políticas da educação na produtividade.pdf